Os benefícios de um cuidador para o dia-a-dia das Pessoas com Deficiência (PcD)

O profissional tem um papel fundamental na garantia de bem=estar e autonomia desses pacientes

Quando falamos sobre Pessoas com Deficiência, é importante compreender que este é um grupo diverso, com demandas específicas que podem exigir administração de cuidados tanto na área da saúde, quanto na área da educação.

Segundo informações do IBGE, 45,6 milhões de pessoas têm algum tipo de deficiência, o que representa 23,9% da população brasileira.

Esse grupo pode abranger pessoas com deficiência física, auditiva, visual, mental e múltipla.

Para cada uma dessas categorias, existem cuidados e ações específicas que, quando tomadas pelo cuidador de Pessoas com Deficiência, podem estimular a independência do paciente e de seus familiares.

Entre as principais atividades do cuidador de Pessoas com Deficiência, estão o suprimento de necessidades básicas, como higiene, alimentação, vestuário e, também, cuidados que proporcionam integração à vida social, de forma que a autonomia e a independência do assistido sejam estimuladas.

Aumento da expectativa de vida

Nos últimos anos, houve uma série de avanços na medicina, fisioterapia, terapia ocupacional, fonoaudiologia, psicologia e nutrição que garantem uma vida mais longeva e de maior qualidade ao indivíduo com deficiência.

O cuidador de Pessoas com Deficiência tem o conhecimento necessário para integrar esse tipo de assistência e proporcionar mais qualidade de vida aos atendidos.

Assistência cuidador de Pessoas com Deficiência para integração na escola e no trabalho

Para pessoas com necessidades especiais, as jornadas de trabalho ou atividade escolar podem apresentar alguns desafios, mas isso não quer dizer que esse deva ser um espaço limitado.

Muito pelo contrário. A rotina de trabalho e a educação escolar têm papéis fundamentais na inclusão de pessoas com necessidades especiais.

Falando sobre educação, um fato a ser comemorado é o aumento de 33,2% nas matrículas escolares de pessoas com necessidades especiais entre os anos de 2014 a 2018, segundo dados do Censo Escolar.

O número de estudantes desse grupo era de 886.815 em 2014. Em 2018, esse número chegou a 1,2 milhões, com aumento de 10,8% em 2016 e 2017.

E você sabia que o cuidador de Pessoas com Deficiência tem um papel importante nisso?

Um dos seus papéis na atenção a Pessoas com Deficiência é o cuidado voltado para a superação de dificuldades ligadas ao cotidiano na escola ou trabalho.

Como o cuidador de Pessoas com Deficiência pode ajudar a superar barreiras de adaptação

Um estudo publicado pelo Instituto Brasileiro dos Direitos da Pessoa com Deficiência (IBDD) mostrou que para 87% das pessoas com deficiência, existem poucas ou nenhuma rua adaptada na cidade onde moram.

Realizar mudanças nas infraestruturas das cidades brasileiras exige muito trabalho, mas uma alternativa mais simples pode ser a contratação de um cuidador de Pessoas com Deficiência, que pode ser responsável pelo suporte na locomoção

Além de cuidados médicos e educacionais, o apoio do cuidador de Pessoas com Deficiência pode permitir que a pessoa com dificuldades de locomoção tenha a possibilidade de explorar mais lugares e participar de atividades que, sem ajuda, podem ser muito difíceis para ele.

Comentários

Seja franquiado