Memória na terceira-idade: 7 atividades para melhorar a mente dos idosos

Esquecer de algo importante ou trivial pode assustar um idoso, mas nem sempre a falta de memória significa Mal de Alzheimer ou outras doenças demenciais, pode ser apenas a falta do exercício dessa função mental tão valiosa. Com o passar dos anos, o hipocampo – região do cérebro responsável pela codificação e consolidação de memórias – também se deteriora. Para evitar que esquecimentos momentâneos se tornem frequentes, algumas atividades são recomendadas, adicionando também uma pitada de diversão ao dia do idoso.

1. Jogos de tabuleiro e online

Entre as atividades que mais ajudam na preservação da memória, estão os jogos de tabuleiro e os jogos de internet. Além do agrado de praticar tal atividade, os idosos se mantêm ativos, fazendo a memória trabalhar.

Alguns dos jogos mais comuns que ajudam a mente do idoso são:

• Palavras-cruzadas: Facilmente encontrado em bancas de jornais e também na internet, o jogo de palavras-cruzadas auxilia no raciocínio lógico e na atenção da pessoa de idade.

• Quebra-cabeça: Ajuda na coordenação motora e força o raciocínio para que a peça seja colocada no local correto. Também é facilmente encontrado online, podendo ser repetido diversas vezes com diferentes quebra-cabeças.

• Videogame: Jogos relacionados à tecnologia não estão apenas na internet. Os videogames, com fases e desafios diferentes, são fortes aliados à memória e raciocínio lógico do idoso.

• Dominó: O jogo de dominó estimula a concentração e percepção visual, já que muitas vezes se faz necessário criar uma estratégia de jogo. Também é benéfico pelo convívio social que é promovido.

2. Ensinar alguma atividade

A área cognitiva não é exercitada apenas quando aprendemos, mas também quando ensinamos. Passar conhecimento adiante é de grande valor para manter a memória e ter mais interação social na terceira-idade.

3. Aulas de dança

Para os idosos que têm disponibilidade para fazer aulas de dança, a atividade também ajuda a preservar as lembranças por conta da obrigação de decorar os passos. Além disso, também é um precioso exercício físico para se manter saudável.

4. Ouvir música

Parece uma atividade muito simples, mas escutar música é algo agradável, que ajuda com o bem-estar e preserva a memória, principalmente em se tratando de decorar letras. Escutar aquela canção do seu artista favorito que você ainda não conhece sempre é um bom começo para fazer da música uma parceira na hora de manter a mente ativa.

5. Aprender uma língua nova

Doenças demenciais podem ser evitadas quando se há o aprendizado de uma nova língua em curso, por isso é sempre bom procurar saber sobre cursos linguísticos que são indicados para idosos.

6. Pintura

A pintura pode ativar tanto o hemisfério direito, quanto o hemisfério esquerdo do cérebro, ajudando-o a funcionar por completo. O motivo é o fato da pintura ter o poder de trabalhar o lado criativo, bem como o lógico e racional.

7. Leitura

Os benefícios da leitura na terceira idade estão na atividade de decorar características de personagens, seus nomes e o enredo da história, ajudando a prevenir o declínio cognitivo. Obviamente, a atividade não se limita à ficção, podendo também se estender à leitura relacionada aos estudos.

Investir em bem-estar nunca é demais, saber aproveitar a terceira-idade mantém o idoso ativo e aberto a novas experiências.

Comentários

Seja franquiado