Idosos: Os primeiros passos para uma alimentação saudável

Os cuidados com os idosos estão presentes em muitas das áreas de suas vidas, incluindo a alimentação. Doenças crônicas não transmissíveis como diabetes e hipertensão podem ser evitadas com uma dieta balanceada e que atenda às necessidades do idoso.

Já ouviu o ditado “você é o que você come”? Pois é, essas palavras fazem todo o sentido para alguém da terceira-idade, já que a alimentação está, mais do que nunca, ligada diretamente com sua qualidade de vida. Anos de comidas gordurosas e frituras podem resultar em problemas de saúde, para que estas* questões não se agravem ou até mesmo para evitá-las, o idoso e seus responsáveis devem estar atentos em relação ao que vai parar no prato.

Evitar alimentos industrializados

A primeira recomendação é evitar o consumo de produtos industrializados, por serem ricos em sódio e conservantes. Mesmo em tenra idade, tais alimentos podem causar danos à saúde, durante a fase longeva da vida é melhor removê-los de vez do cardápio.

Parte dos problemas de saúde que aparecem na terceira idade, podem ter sua causa primeira em alimentos industrializados consumidos de forma contínua em anos anteriores. Vale lembrar que muitos desses produtos contêm substâncias que podem causar doenças do coração, câncer e Mal de Alzheimer.

Prioridade para alimentos naturais

Não é preciso ser um especialista para saber que alimentos de origem natural são benéficos para o corpo, incorporá-los na alimentação do idoso se faz vital para melhorar o bem-estar.

Prepare um prato colorido

Uma refeição colorida significado uma refeição saudável, por isso, lembre-se sempre de levar ao prato um pouco de cada alimento. É necessário comer fibras com frequência, para que haja melhor digestão.

O tradicional arroz e feijão é parte essencial de uma alimentação saudável, assim como verduras e legumes, que não podem deixar de fazer parte do cardápio do idoso. Carnes magras também podem ser inclusas na refeição.

Mantenha uma rotina

A rotina alimentar é importante para melhor regular a funcionalidade do organismo, para que isso aconteça, é preciso tomar o café da manhã, almoçar, comer o lanchinho da tarde e jantar nos mesmos horários, todos os dias.

Não se exceda

Evitar o excesso na hora da alimentação pode parecer óbvio, mas a fartura em um almoço de domingo com a família pode seduzir e levar a um resultado nada bom para organismo da pessoa idosa. Saiba sempre a hora de parar.

Deixar o excesso de lado ajuda na manutenção do peso e impede que o idoso desenvolva novos problemas de saúde. Aproveite datas especiais com mais qualidade de vida.

Consumir Ômega 3

O que muitos dizem é verdade, o Ômega 3 é um grande aliado na saúde do idoso, pois é essencial na prevenção da osteoporose. A substância é encontrada apenas em produtos de origem animal, mas os idosos veganos também podem usufruir dos efeitos benefícios do Ômega 3, usando de suplementos com a substância. Banhos de sol, se recomendados pelo médico, podem ajudar o corpo a absorvê-lo.

Para levar uma vida mais saudável, começar a fazer mudanças pela alimentação é fundamental, especialmente na terceira-idade. 

Comentários

Seja franquiado