Conheça as doenças crônicas mais comuns em idosos

No Brasil, três entre cada quatro idosos têm pelo menos uma doença crônica, os motivos para o desencadeamento de tais enfermidades são variados, podendo estar relacionados ao envelhecimento do corpo, questões genéticas, a incapacidade do sistema imunológico em funcionar como antes ou até mesmo condições neurológicas degenerativas. 

Primeiramente, o que é uma doença crônica?  

A doença crônica se trata de uma enfermidade de progressão lenta e de longa duração, que pode ter diversas causas e cujo tratamento requer mudanças no estilo de vida do paciente, em um processo contínuo que geralmente não leva à cura, mas preserva uma determinada qualidade de vida para a pessoa acometida. 

De acordo com a OMS (Organização Mundial de Saúde), as doenças crônicas respondem por aproximadamente 71% de todas as mortes do mundo. Um número que assusta e mostra o quanto é preciso conscientizar mais pessoas sobre essas enfermidades.  

Doenças crônicas comuns em idosos 

Agora que você já sabe o que é uma doença crônica, saiba quais são as principais enfermidades do gênero na terceira idade. 

Hipertensão arterial 

Também podendo acometer pessoas mais jovens, a doença hipertensiva se trata do aumento anormal da pressão sanguínea, fazendo com que a força para passar pelas artérias seja fora do comum e exerça pressão sobre suas paredes, podendo fazer com que o coração deixe de receber oxigenação suficiente. Pode causar infarto e AVC, que são as duas doenças principais doenças crônicas no Brasil, respectivamente. 

Diabetes 

A diabetes é a terceira maior doença crônica entre idosos. Caracterizada pelo aumento dos níveis de açúcar no sangue, pode causar danos em vários órgãos caso não haja tratamento. A doença é silenciosa, por isso, muitos idosos só a percebem quando ocorrem grandes complicações. 

Câncer 

De acordo com o que foi apresentado no encontro anual da Sociedade Americana de Oncologia Clínica, a ASCO, em junho de 2008, alguns tipos de câncer podem ser considerados doenças crônicas. Parte do tratamento pode ser contínuo, com a necessidade de medicamentos administrados por via oral.  

Outras doenças crônicas comuns em idosos: 

  • Enfisema pulmonar;  
  • Mal de Alzheimer; 
  • Outras doenças demenciais;  
  • Perda de audição; 
  • Pneumonia; 
  • Osteoartrose;  
  • Catarata. 

5 sinais que denotam perda de audição na terceira idade

O que fazer para evitar essas doenças? 

Para prevenir doenças crônicas, é preciso estar atento a vários detalhes do seu dia a dia, quais são os seu hábitos corriqueiros e caso haja algum que seja prejudicial, procure mudá-lo. Algumas das principais dicas para evitar doenças crônicas são: 

  • Praticar exercícios físicos: a prática regular de exercícios aumenta a disposição, podendo diminuir pela metade o risco de desenvolver doenças degenerativas, além de evitar a obesidade. 
  • Adotar hábitos saudáveis: abandonar hábitos que não contribuem com a sua saúde é uma grande decisão para potencializar o seu bem-estar. 
  • Melhorar a alimentação: bons hábitos alimentares melhoram a qualidade de vida, assim como se hidratar regularmente. 
  • Durma bem: não ter um sono regulado pode resultar em doenças degenerativas. 

Porque o cuidador é tão importante na vida do idoso 

Após 65 anos completos, é importante procurar um geriatra. Já para quem possui doenças crônicas na família, o acompanhamento deve começar depois dos 50 anos de idade. 

Comentários

Seja franquiado

Utilizamos cookies para melhorar a sua experiência, otimizar as funcionalidades do site e obter estatísticas de visita. Para maiores informações acesse o nosso Aviso de Privacidade.